terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Cantiga de acordar

Num jardim fugaz

De espirais sem fim

Eu corria atrás

De mim

            O homem se distrai

Dorme em boa fé 

Sua sombra sai 

A pé
 

Mas

Foi uma ilusão

Uma insensatez

Há que pôr o chão

Nos pés

 Chico Buarque 


.

2 comentários:

  1. Vengo del Blog de nuestro Amigo en común RAFAEL H. LIZARAZO (Del Blog:misversos-rahulig) y me ha encantado Tu Bello Espacio; por lo cual, si no te importa, me apunto como seguidor de Tu Mágico Rincón.
    Te invito a pasar por mi blog:http://poesiayvivencias.blogspot.com.es/
    Abrazos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedro, obrigada pelo comentário!
    Visitarei o teu blog... abraço

    ResponderExcluir